26 de abril de 2012

Turismo sustentável “nas mãos” da população

Sexta, 13 Abril 2012 22:36 

A ADRIMAG – Associação para o Desenvolvimento Rural Integrado das Serras do Montemuro, Arada e Gralheira vai promover, na próxima sexta-feira, dia 20 de abril, um fórum aberto à comunidade com vista a iniciar o processo de candidatura à Carta Europeia de Turismo Sustentável.
Numa altura em que o turismo é apontado como um dos importantes eixos de desenvolvimento económico do país, a população e os agentes económicos, culturais e sociais dos 7 municípios da área de influência da ADRIMAG (Arouca, Castro Daire, Cinfães, Castelo de Paiva, S. Pedro do Sul, Sever do Vouga e Vale de Cambra) estão convidados a ter um papel ativo na implementação de um turismo sustentável no território das serras de Montemuro, Arada e Gralheira. Com o intuito de atrair o maior número de pessoas à sessão, a ADRIMAG vai realizar o fórum, no mesmo dia, em dois pontos distintos do território. Durante a manhã, às 9h, o fórum decorre no Balneário Rainha D. Amélia, nas Termas de S. Pedro do Sul, e de tarde, às 14h30, no Centro de Apoio ao Desenvolvimento Local da ADRIMAG, em Arouca.

O fórum é uma das formas de participação na candidatura à Carta Europeia de Turismo Sustentável. Esta candidatura conta ainda com o contributo de um equipa técnica e uma comissão de acompanhamento.

A Carta Europeia de Turismo Sustentável é um certificado de excelência atribuído a um território com valor ambiental em que se desenvolve um turismo de qualidade em moldes sustentáveis e com respeito pelos valores ambientais e os interesses económicos das comunidades locais. Até ao momento este galardão foi atribuído a 89 espaços protegidos e classificados em 9 países europeus.

De acordo com a ADRIMAG, a candidatura à Carta Europeia de Turismo Susutentável é uma «oportunidade de dar coerência lógica de turismo natureza a um território que tem 1 Geoparque e 4 Sítios de Interesse Comunitário da Rede Natura 2000».
O convite está feito. Participe no fórum e seja responsável pela sua qualidade de vida e desenvolvimento da sua região.

Por: Cláudia Oliveira, Equipa Técnica CETS

Sem comentários:

Enviar um comentário